História

Mais de 70 anos de Seleção de Nelore

No início do século 20, a família carioca Rocha Miranda adquire uma extensa área de terra no interior do estado de São Paulo. Os Rocha Miranda eram na época proprietários do Hotel Glória, da Casa Bancária Rocha Miranda e da companhia de aviação Panair, entre outras empresas do Rio de Janeiro, então capital da República. Ao lado dos Guinle e dos Leal, eram uma das famílias mais ricas do Brasil.

As terras abarcavam as fazendas Santa Albertina, Cruzeiro do Sul, Retiro Feliz, Mandaçaia, Cavalinho e Sobradinho, em uma área de 40 mil hectares na região de Buri. É dentro dessas terras que se encontra a Guatambu, fazenda-sede da Agropecuária Guatambu Ltda.


Reprodutor Apolo, de Sérgio da Rocha Miranda, campeão
da Exposição de 1940, em Itapetininga (SP)

A exploração dessas áreas do interior paulista teve início no fim do Império. Elas foram parte do presente de D. Pedro I (1798-1834) ao brigadeiro Raphael Tobias de Aguiar (1794 – 1857), fundador da Polícia Militar de São Paulo, por seu casamento com a Marquesa de Santos (1797 – 1867), oficializado em 1842. Em 1906, o brigadeiro as vendeu para Luis Rocha Miranda.

A casa centenária do pai do Brigadeiro Tobias na Fazenda Guatambu
Acima, uma bomba que não detonou na Revoluçãol Constitucionalista de 1932

As terras teriam sido compradas para a prática da caça a perdizes, aves características daqueles campos. Contam-se muitas histórias sobre as caçadas que os Rocha Miranda realizavam ali, junto aos numerosos amigos que traziam do Rio de Janeiro em composições fretadas da Estrada de Ferro Sorocabana. Integradas por carros-dormitório, carro-restaurante e carro-sala de estar, especialmente decoradas, essas composições permaneciam em uma estação construída pelos Rocha Miranda e hoje conhecida como Estação Hermilo, em Angatuba (SP). Terminada a temporada de caça, o luxuoso trem os levava de volta para o Rio de Janeiro.


Os Rocha Miranda sempre foram destaque na imprensa da época

Em 1934 a família Rocha Miranda dá início, nessas terras, à criação e seleção de gado Nelore. Com a morte do patriarca seus três filhos, Sérgio, Oswaldo e Renato Rocha Miranda, tomam posse das propriedades. Anos mais tarde, o tenente da Aeronáutica Renato Rocha Miranda Filho viria a tornar-se o único herdeiro de todo o patrimônio.


Reprodutores Nelore dos Rocha Miranda, campeão e vice-campeão
na Exposição de 1943, em Itapetiniga (SP)

Renato Filho abandona o Rio de Janeiro e vem morar na Santa Albertina, fazenda-sede de suas propriedades. Na década de 1960, a família Nassar adquire as fazendas Mandaçaia e Retiro Feliz. A Fazenda Guatambu, criada por Rauf Nassar, torna-se então vizinha de cerca da Santa Albertina, do tenente Renato Rocha Miranda Filho. Os dois pecuaristas desenvolvem um ótimo relacionamento pessoal e comercial. Mais tarde, os Nassar viriam a adquirir também a própria Santa Albertina.

  
Capa da revista da Sociedade Rural Brasileira, 1939
De branco, ao lado do touro Apolo, Sérgio Rocha Miranda, na revista da Sociedade Rural Brasileira

Anúncio do primeiro leilão realizado pelos irmãos Daniel Bilk Costa, Demétrio Costa e Odemar Costa, no DBO de 1982, antes de se tornarem editores das revistas especializadas Nelore, DBO, Melhore e outras

Em 1997, com a morte de Renato Filho, Rauf Nassar adquire a cabeceira remanescente do seu excelente plantel de vacas Nelore PO. Dá seqüência à seleção iniciada pelos Rocha Miranda em 1934 e introduz novas técnicas de aprimoramento da raça.

  
Taças conquistadas com grandes campeões em exposições no Parque Fernando Costa, na Água Branca, São Paulo, nos anos 30
Taça do Grande Campeão Nelore PO Apolo, da Fazenda Santa Albertina
Taças conquistadas na década de 30 com touros Nelore de Sergio da Rocha Miranda
TOPO